CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA

BARREIRA DE POLIPROPILENO

SOBRE A POLIPROP

DIFERENTE
E INOVADORA

Em quais casos posso
utilizar a POLIPROP?

A POLIPROP é utilizada para regeneração óssea guiada em casos de fenestrações ou perda de paredes ósseas após exodontias. Ela pode ser utilizada sozinha ou com a presença de implantes imediatos. Mas, nestes casos, é necessário haver espaço entre o produto e a superfície do implante para haver a formação e manutenção do coágulo sanguíneo. Nas comunicações buco-sinusais imediatas ou mediatas, sem processo infeccioso agudo. Nas apicectomias, curetagens periapicais e enucleação de cistos.

A Poliprop é uma barreira de Polipropileno, impermeável. Este material é um polímero termoplástico, com memória. Ou seja, além de ser impossível de ser penetrado por fluídos, ele retoma a sua forma original após ser manipulado.Indicada para regenerar alvéolos, a Poliprop pode ser utilizada por todos os cirurgiões dentistas, e tem a possibilidade de ficar exposta ao meio bucal por ATÉ 28 DIAS. Neste tempo, promove a recuperação, preservação e proteção das áreas aplicadas.

a Poliprop não é uma barreira comum. Seu grande diferencial é que apenas com o coágulo sanguíneo, sem adição de enxertos, o alvéolo se regenera. Esta função a torna independente e utilizável em procedimentos de exodontia.

O QUE É POLIPROPILENO?

O Polipropileno é o polímero sintético não reabsorvível mais utilizado em malhas cirúrgicas de sustentação pélvica. É também aplicado como revestimento de malha de poliéster utilizada para preencher as falhas da calota craniana e em lentes intra-oculares. A sua alta resistência mecânica e moldabilidade permite sua utilização como barreira cirúrgica na proteção de sítios ósseos enxertados de modo temporário, não ocasionando respostas indesejáveis na reconstituição tecidual.

A barrerira POLIPROP da Consulmat possui o diferencial na textura de sua superfície adequando-a ao contato com o epitélio, preservando o rebordo alveolar e possibilitando valorizar o ato cirúrgico à baixo custo.

Referências:
Dora, C. D. et all. – J Urol., v. 171 (5), p. 1970, (2004).

ESTUDOS CIENTÍFICOS

CONFIRA AS PESQUISAS QUE COMPROVAM A EFICÁCIA DO POLIPROPILENO

CONTATE-NOS

Deixe seu nome completo e telefone (whatsapp) que nossos consultores entrarão e contato!

Consultmat © 2021 Todos os direitos reservados

Open chat
Fale com um consultor